Education Concept

A casa 3 – Como é a sua comunicação?

Na nossa jornada através das casas do mapa astral, já passamos pelo ascendente onde tomamos uma iniciativa e pela casa 2, onde descobrimos nossos talentos e valores. Agora na casa 3 é o momento de expressarmos nossas ideias e potenciais. É onde trabalhamos nossa comunicação.

A comunicação expressando quem somos

Comunicação é muito mais que a fala, ela é a nossa imagem,nossa postura e nossa expressão.

Por isso, mais do que expressar como falamos, essa casa mostra todo o conjunto de comunicação que utilizamos.

Libra por aqui,não apenas vai ter um tom de voz e palavras mais suaves como também vai ter gestos e posturas que se equilibram.

Já Escorpião nessa casa, além de gostar de assuntos intensos, vai ter aquele olhar que analisa e enxerga a profundidade da pessoa com quem ele fala.

Nossa interação com o mundo a nossa volta

Essa é a primeira casa em que interagimos com o outro, então é aqui que se dão nossos aprendizados iniciais.

Casa 3 em Gêmeos tem desde cedo uma curiosidade imensa, tudo ele quer aprender e entender como funciona.

Já Câncer nessa casa, vai antes buscar a segurança e conexão emocional. O que pode em alguns momentos fazer ele ficar preso a ideias e conceitos familiares.

As viagens e interações próximas

Essa casa também representa as pequenas viagens e as nossas interações com as pessoas mais próximas, por isso se fala que ela é a casa dos irmãos e primos.

Sagitário nessa casa, vai adorar conhecer cidades vizinhas,dar aquela saída para o sítio no final de semana e pelo caminho conhecer várias pessoas.

Capricórnio aqui, já vai preferir viajar apenas quando muito necessário e vai buscar por pessoas já conhecidas de longa data.

E você? Qual signo você tem na casa 3 e como você se expressa?

E não esquece de nos acompanhar também no Youtube e nas nossas redes sociais.

Completamos 1 ano de Conscientize!

Ontem, dia 19 completamos 1 ano de Conscientize e queremos aqui agradecer a cada um de vocês que fazem parte disso.

Nas nossas redes sociais, no nosso blog, solicitando a análise de Mapa Astral ou estudando astrologia conosco, cada um de vocês que passaram por aqui são muito importantes.

É para vocês que buscamos sempre melhorar os conteúdos que postamos e sem as sugestões e feedbacks com certeza não estariamos completando este primeiro ano com:

+ de 1.000 seguidores no Instagram
+ de 500 inscritos no Youtube
+ de 20 aulas gratuitas disponíveis
+ de 2.000 visualizações do curso gratuito
+ de 321 horas de exibição do curso gratuito
+ de 120 vídeos disponíveis
+ de 15 mil visualizações no Youtube
+ de 1.000 de visualizações no Youtube
+ 15 Mapas Astrais Sorteados
+ 18 horas de análises em vídeo
+ 38 textos sobre astrologia e autoconhecimento
+ 2.000 usuário que passaram aqui pelo blog
+ de 3.000 visualizações do conteúdo do blog

Tivemos ainda o E-book do Curso, Planner Astrológico ambos gratuitos. E agora iniciamos também a nossa sala de aula astrológica.

Esperamos fazer muito mais ao longo do próximo ano para que você esteja mais próximo da astrologia e do seu autoconhecimento.

Gratidão a todos, um super bjo, até mais.

rising-sign-meaning-ascendant-2724194

O Ascendente – Por onde iniciamos a nossa evolução pessoal?

Vamos começar a entender as casas do Mapa Astral, pela porta de entrada, o Ascendente. É por aqui que iniciamos a nossa evolução pessoal.

Então, vamos começar essa caminhada de autoconhecimento?

As primeiras impressões

O ascendente representa o início do mapa e de que forma essa iniciativa ocorre. Por isso muitas vezes, o signo que está aqui aparece mais do que o nosso próprio sol.

Enxergamos a realidade com o filtro do signo que aqui está, consequentemente agimos nesse sentido também e recebemos os reflexos disso. 

Capricórnio no ascendente enxerga uma realidade de trabalho e de esforço. Consequentemente, ele pensa se vale a pena, ele considera os possíveis erros e acaba atraindo situações e pessoas na mesma frequência.

Já em sagitariano, pensa no projeto mais maluco e já sai fazendo, porque Sagitário enxerga uma realidade de “se der certo beleza, se não der valeu a experiência”, consequentemente ele atrai situações e pessoas com essa mesma vibe.

O ascendente é então, a nossa realidade interna refletindo no mundo externo.

A imagem e o que aparentamos

A partir das nossas percepções, vamos moldando atitudes e formas de expressão que vão definir a nossa imagem. E as pessoas à nossa volta percebem isso.

Uma pessoa de áries com ascendente em capricórnio, não deixa evidente o lado mais impaciente, ela passa antes a imagem de alguém sério e responsável.

Já um capricorniano de ascendente em áries, pode viver o contrário, transparecer logo a impaciência e vontade de ver as coisas prontas, ainda que ele se preocupe muito com os possíveis erros e problemas.

O sol é a razão pela qual estamos aqui, o ascendente é como chegamos lá

Estamos aqui buscando desenvolver o brilho pessoal do nosso signo solar, mas o caminho que nos leva a isso, é o ascendente. É através da percepção de mundo desse signo, que vamos evoluindo.

Assim, o ariano de ascendente em Capricórnio, chegará a expressar toda a sua autenticidade e liderança, mas para isso deverá trilhar um caminho de responsabilidades e comprometimento com o que ele quer realizar.

É importante lembrar que os planetas e aspectos no ascendente também influenciam. E que um estudo mais detalhado do seu ascendente revela muito do que você vivencia e o que atrai. 

A partir desse entendimento, podemos buscar viver o melhor do arquétipo do nosso ascendente e desenvolver muitos potenciais que nos abrirão oportunidades incríveis.

Gostou? Nos acompanhe nas redes sociais e me conta aqui qual seu signo ascendente?

housechart

Qual a diferença entre Signos e Casas?

Todo estudante de astrologia em algum momento se pergunta, afinal, qual a diferença entre os signos e as casas?

Neste texto vou te contar como eu consegui entender essa diferença de uma forma simples.

Para isso vou usar duas analogias que mais me ajudaram e você escolhe a que achar melhor.

Entenda o seu mapa astral como uma casa

Nessa analogia a ideia é pensarmos que todo o nosso mapa é uma grande casa com vários cômodos. Cada casa astrológica é um desses cômodos e cada signo é uma decoração que está ali.

Assim, você pode imaginar que o seu ascendente por exemplo, é a entrada da casa e no caso de um ascendente virginiano essa entrada seria toda organizadinha.

Já um ascendente sagitário, com certeza, teria um amplo espaço e algo bem divertido nessa entrada.

Você pode pensar também, em Como e Onde as coisas acontecem

Como assim? Basicamente, os signos dão características, arquétipos, então eles mostram Como algo acontece. Os planetas vão impulsionar essas características, mas em outro texto falamos disso ok?

E as casas mostram, Onde as coisas acontecem.

Vamos pensar em uma pessoa com capricórnio na casa 2. Sabemos que o arquétipo de capricórnio mostra responsabilidade, seriedade, maturidade.

Mas essa pessoa ela é sempre séria, madura e responsável? Em todos os sentidos? Não!

Mas na casa onde ela tem capricórnio, é Onde ela coloca muito desse arquétipo.

Então, ela pode ser bem solta em vários outros pontos mas na vida financeira (um dos assuntos da casa 2) ela vai ter um necessidade maior de responsabilidade.

Essas duas analogias servem para nos mostrar que o signo representa uma energia que mostra características, apenas as características.

Mas são as casas que mostram em quais assuntos e situações nós expressamos essas características.

Quer aprender a astrologia, se autoconhecer e entender melhor as pessoas? Acompanhe nosso canal no Youtube e nossas redes sociais.

bigstock-Zodiac-Signs-Inside-Of-Horosco-377424637-e1597669041208

Tipos de Mapa Astral: O Mapa Natal

Hoje vou começar uma série de textos aqui sobre os tipos de mapa astral que a astrologia nos oferece. Começando a te explicar o que é o mapa astral natal.

Pense na astrologia como uma jornada de autoconhecimento e nessa jornada o mapa natal é nosso ponto de partida.

Por ele começamos a entender quais energias nos conectam ao todo e como lidamos com essas energias.

As energias do seu nascimento

No dia do seu nascimento os astros estavam em determinados signos no exato momento em que você nasceu.

E se pudéssemos tirar uma foto do céu nesse momento conseguiríamos ter a imagem do seu mapa natal.

Então, o mapa natal representa as energias do universo quando você nasceu e você não nasceu guiado por essas energias por acaso.

O seu mapa para essa existência

Existem diversos tipos de mapas como veremos nos próximos textos. 

Mas  o mapa natal é como a sua digital que vai te acompanhar por todos os momentos e que é única, é a sua marca.

Já falamos por aqui da importância do mapa natal para o autoconhecimento, ele é de fato, um mapa que nos orienta. Mostrando desafios e potenciais que temos e podemos desenvolver.

Por isso, começamos nossa jornada pelo mapa natal, para que possamos nos conectar com a nossa verdade interior e a partir disso entender como vamos passar pelas experiências da nossa vida.

Agora que você já sabe que o seu mapa astral natal é a sua digital cósmica digamos assim, aquelas energias que irão te acompanhar por toda a vida, que tal olhar para esse mapa com um olhar mais profundo e carinhoso consigo mesmo?

Para saber mais sobre o seu mapa nos acompanhe nas redes sociais e para fazer esse mergulho de autoconhecimento, solicite seu mapa aqui.

livre arbitrio

Astrologia e livre arbítrio

Você já deve ter visto pela internet algum meme com a frase “ a culpa é do meu signo”. Porque muitas vezes há a crença de que os astros são totalmente responsáveis por aquilo que nos acontece. Mas onde está o limite entre astrologia e livre arbítrio afinal?

Vem comigo para essa reflexão um tanto polêmica?

Como os astros atuam na nossa vida?

Como já falamos aqui no blog sobre os signos, planetas, casas e aspectos do nosso mapa astral, cada um deles tem um significado dentro do nosso mapa.

Se você ainda não leu esse texto, não deixe de conferir.

Assim, podemos falar que o signo de gêmeos está ligado a nossa comunicação por exemplo. Mas, de que forma essa comunicação vai ocorrer depende muito da sua maneira de lidar com essa energia.

Por isso falamos em pontos fortes e pontos desafiadores nas análises de mapa astral da Conscientize. Porque os pontos do nosso mapa astral podem ser vivenciados de diferentes maneiras.

Quais óculos você está usando?

Você já ouviu a expressão “ enxergar o mundo com óculo cor de rosa”? Falamos isso quando alguém está romantizando uma situação, está muito contente ou ainda está se iludindo.

Porque aquilo que você enxerga depende muito da sua perspectiva. Se você já está esperando pelo pior, os pontos desafiadores do seu mapa ficarão ainda mais desafiadores e os potenciais podem até passar despercebidos.

Potenciais são chaves, desafios são portas

Não foque apenas nos desafios do seu mapa astral, não deixe de olhar com carinho para os seus potenciais eles dizem muito de como você pode vivenciar melhor as suas energias.

Muitas vezes dando voz aos nossos potenciais vamos descobrindo talentos e formas de observar as situações que tornam os desafios menos densos.

Lá no nosso canal do Youtube você encontra um curso gratuito de astrologia que tem uma aula para cada signo. Entra lá, se inscreve e procura pelos desafios do seu mapa.

Se seu saturno é em Áries, assiste a aula sobre esse signo, busca entender essa energia e como você pode trazer ela para uma consciência mais ampla. O entendimento profundo de nós mesmos é que nos possibilita transformações importantes.

Um mapa te mostra o caminho mas é você quem decide como vai trilhá-lo

O mapa astral é essencial para o nosso autoconhecimento, mas quando você fizer a sua análise não saia com esse mapa nas mãos acreditando que ele é um fato fixado.

Ele é uma rota apontada, uma trilha onde você tem diferentes ferramentas ( seus potenciais) para passar por os obstáculos que surgirem (desafios).

Você vai utilizar as suas ferramentas ou guardá-las no bolso?

Quer entender mais de astrologia com um olhar mais empático para o seu mapa astral? Nos acompanhe nas redes sociais.

sombras

A casa 12 e o lado oculto da nossa personalidade

Quando falamos em casas astrológicas, entre as casas mais conhecidas estão o ascendente e o descendente. Se você ainda não está familiarizado com o assunto, confere nosso vídeo lá no Youtube onde explicamos da casa 1 a casa 12.

No entanto, pouco se fala sobre a última casa do mapa astral, a casa 12, que além de ser a casa que fecha o nosso mapa traz em si questões profundas da nossa personalidade.

Por isso, hoje vou te contar 5 formas de entender a casa 12 que te farão observar o signo que ali está com um olhar bem mais atencioso.

O encontro com a nossa sombra

E já começamos mergulhando nas profundezas do nosso ser! Encontrar a própria sombra pode parecer algo assustador,muitas vezes é realmente, mas é fundamental para o nosso autoconhecimento.

O que seria a nossa sombra? São aqueles padrões,sentimentos, pensamentos, que estão ocultos. Os quais você não tem consciência e por isso normalmente são bastante desafiadores.

Então, podemos falar na sombra de casa 12 em leão muito ligada ao ego, autoritarismo ou ainda na sombra de câncer na 12 ligada as inseguranças e apegos ao passado.

Sombras não compreendidas se tornam auto sabotagem!

Outro ponto importante a se observar nessa casa são as nossas auto sabotagens, ou seja, quando criamos ou atraímos situações que nos impedem de ter realização.

São questões que ficam guardadas e se expressam quando as coisas finalmente parecem estar funcionando sabe?

É aquele medo do sucesso que te faz desistir de uma ótima oportunidade ou a impulsividade que te faz largar os projetos pela metade. Pois é!

Aqui encontramos nossas penitências.

Essa casa, seu signo e aspectos mostram quais são as suas penitências, processos de ilusão e desilusão e como você passa por eles?

Por isso falamos da espiritualidade nessa casa também, é nela que encontramos a nossa ligação com algo superior, além da compreensão física.

Alguém com libra nessa casa por exemplo, pode ter relações muito intensas,por alguns momentos mergulhar na solidão se isolando e depois disso reaprender a se doar.

O que veio antes do ascendente, antes do nascimento!

Falamos sobre essa casa ser a última do mapa, é a casa que está atrás do ascendente e como tal é a casa que carrega as informações do que veio antes da nossa existência.

No ascendente temos nossa iniciativa, o impulso inicial da vida, os começos, os nascimentos.

A casa 12 é o passado por trás da nossa existência, o passado familiar, o passado cármico.

Por isso, muitas vezes não temos um controle das energias dessa casa, são energias muito profundas e que nos pedem um aprendizado igualmente profundo.

E para finalizar, é aqui a última peça do nosso quebra cabeça

Essa casa fecha o nosso mapa astral, um ciclo que se completa para permitir que o novo possa surgir na casa 1.

A casa 1 são os nossos inícios, a casa 12 são as nossas finalizações.

O que precisamos entender profundamente para chegarmos a uma consciência mais clara das energias que nosso mapa representa? E com quais sombras precisamos lidar nesse processo?

Observe a sua casa 12, entenda a fundo o arquétipo do signo que ali está,assim como planetas e aspectos,eles tem muito a nos ensinar.

Gostou? Acompanhe nosso blog e canal no Youtube para mais conteúdos sobre o seu signo.

Design sem nome

O seu mapa para o autoconhecimento

Todo mundo conhece alguma coisa sobre astrologia, mesmo que nunca tenha feito o mapa astral, completo em algum momento você já ouviu sobre seu signo ou algo relacionado ao assunto.

No entanto, na maioria das vezes recebemos informações mais superficiais sobre esse conhecimento e que geram até preconceitos.

Neste texto quero falar sobre o Mapa Astral como uma ferramenta para o autoconhecimento que pode ser muito ampla e significativa na sua vida.

Um Conhecimento milenar

A astrologia é um conhecimento muito antigo na humanidade, alguns autores falam que ela já era presente em períodos pré históricos. De lá para cá, foi se desenvolvendo e ampliando métodos e análises.

Se você pesquisar irá observar que esse desenvolvimento não se deu com base em crenças unicamente, ele aconteceu com base em observação dos astros e eventos. 

Se ficar curioso, lá no nosso canal do YouTube temos uma aula explicando mais detalhado

Quer um exemplo bem interessante? Urano foi descoberto em 1781, hoje na astrologia moderna ele representa o signo de aquário, mas você sabe porquê?

Urano foi descoberto alguns anos antes da Revolução francesa, que trouxe o famoso “ Liberdade, Igualdade e Fraternidade” para debate. Além de ser um período de importantes transformações tecnológicas. 

Para fecharmos esse raciocínio, urano é um planeta “diferentão”, com um eixo de rotação quase deitado em relação a sua órbita.

Revolucionário, humanitário, diferentão, é o regente de aquário!

Os signos são apenas uma parte de um mapa imenso.

Uma questão que contribui muito para a falta de crédito que algumas pessoas dão a astrologia, é a divulgação de signos em horóscopos e previsões.

E nada contra isso! Mas sempre ao analisar uma previsão ou horóscopo é interessante saber que o signo do horóscopo é seu signo solar.

E, um mapa astral é composto por sol, lua, planetas, signos, casas, aspectos… ufa! 

Então, são muitas informações a serem observadas. Você está enxergando apenas a ponta do iceberg quando lê sobre seu signo solar.

E como o mapa astral pode me ajudar com meu autoconhecimento?

Cada ponto desses que falamos acima, tem ligação com uma característica da sua personalidade e da sua vivência. 

Assim, os signos mostram a maneira, os impulsos, as motivações que te impulsionam.

Já os planetas descrevem suas ações, como você transforma os impulsos dos signos em atitudes. 

E as casas são as áreas em que você age e as situações que vivencia.

Bom, e os aspectos? Esses são combinações entre planetas que mostram como cada um influencia o outro, como um grande diálogo cósmico que vai dando diferentes nuances para o seu mapa.

Parece complexo não é mesmo? Realmente é, mas estudar esses assuntos nos proporciona uma visão muito ampla de nós mesmos.

Com o mapa em mãos você escolhe a direção!

E assim como um mapa nos ajuda a encontrar um caminho na estrada. O seu mapa astral pode te tirar de estradas sem saídas e te direcionar para um caminho mais leve.

É uma descoberta, profunda e muito única de cada um. 

E o mais legal é a autonomia que essa descoberta nos proporciona, de redefinir rotas, escolher, entender gatilhos, desafios e talentos em nós.

Para entender mais de astrologia nos acompanhe também no YouTube. E não deixe de conferir nossos posts aqui do blog.

peixes

Os desafios do signo de Peixes

Os piscianos, também conhecidos como Glub-glubs, são o pessoal zen, espiritualista e que só quer fazer a arte dele com as coisas que a natureza dá.

Claro que nem todo pisciano é assim, então vem comigo descobrir a razão dessa fama pisciana.

E se você ainda não leu sobre os signos anteriores, corre conferir!

Chegamos no último signo do zodíaco, imagina ter todas as energias dessa jornada pelos doze signos até aqui, juntas em um único arquétipo.

Então, é em peixes que sentimos todas essas energias, aprendemos com elas e começamos uma conexão mais profunda com a espiritualidade.

Por isso, este signo é tão complexo porque ele reúne em si todas as potencialidades dos signos anteriores mas reúne também todos os desafios.

Sem peixes, não aprenderíamos o valor da empatia, da imaginação, desprendimento e do amor universal que entende que todos somos um.

As pessoas que nasceram com o sol nesse signo, qual o desafio delas nessa vida?

Trabalhar a espiritualidade, a empatia, a conexão com a nossa subjetividade sem deixar de lado a importância das questões materiais. Existe no signo de peixes essa busca interna por uma conexão espiritual.

Mas para atingir essa conexão espiritual, ele precisa ter em si superado os desafios de todos os arquétipos astrológicos que os doze signos representam.

E também, desenvolver sabedoria para lidar com todas as energias que ele filtra, sem se deixar mergulhar em densidades que o desviarão do seu desenvolvimento.

E o que Peixes precisa aprender com os signos que faz quadratura e oposição?

Com a quadratura para Sagitário ele aprende a conhecer a si mesmo e sua fé, lidar de forma mais prática e direcionada com as questões espirituais e expandir a consciência.

Com a quadratura para Gêmeos é o aprendizado que formula essa consciência, que dá a racionalidade, separa emoção e razão, real e imaginação e que gera o conhecimento da troca mental com diferentes idéias.

E com a oposição para Virgem, Peixes aprende a estrutura material, as responsabilidades e cuidados cotidianos que nossa vida nessa realidade terrena exige.

E você pisciano? qual desses desafios você percebe mais em você?

Acompanhe também nosso canal no YouTube para mais informações sobre o seu signo : Conscientize Astrologia.